Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Museu de Artes Plásticas de Anápolis apresenta exposição Espaços Invisíveis

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

13/07/2017 16h41 - Atualizado em 13/07/2017 16h48

Museu de Artes Plásticas de Anápolis apresenta exposição Espaços Invisíveis

A mostra do jovem artista Joardo Filho fica em cartaz entre 17 de julho e 15 de setembro

Espaços Invisíveis é o título da exposição que os anapolinos poderão visitar entre 17 de julho e 15 de setembro, no Museu de Artes Plásticas de Anápolis (Mapa).  Esta é a primeira mostra individual nos seis anos de trajetória do jovem artista Joardo Filho. A curadoria é assinada pelo artista e curador Divino Sobral, que selecionou para a exibição dez trabalhos: uma ação performática; dois vídeos - um deles gravado ao vivo e em tempo real diretamente no momento da abertura da exposição; sete fotografias em suportes e dimensões variadas, realizadas com estratégias e equipamentos diversificados, capturando imagens por meio de defeitos mecânicos nas câmeras, do uso de aparelho celular, e da apropriação de imagens extraídas de cinema.

Segundo o curador, Divino Sobral, o trabalho atual de Joardo Filho trata, sobretudo, da invisibilidade que recai sobre monumentos escultóricos, arquitetônicos, paisagísticos e cinematográficos, na atualidade. Ele aborda a invisibilidade que resulta do esvaziamento dos significados originais desses monumentos - enquanto marcos simbólicos que afirmam representar a comunhão dos grupos sociais e que hoje são atacados enquanto expressões dos discursos dominantes do poder e segregação - como o que ocorre com o monumento às Bandeiras, de autoria do escultor Victor Becheret, em São Paulo.

Seus questionamentos sobre o problema do esvaziamento e da invisibilidade dos monumentos se estendem aos campos político, religioso, econômico e artístico, elaborando um procedimento crítico que apaga, censura, fragmenta e subtrai. O objetivo é levar à reflexão sobre o porquê determinada escultura deve ocupar o espaço urbano, como símbolo da coletividade, e outra não, seja em Anápolis ou em outras localidades.

A exposição Espaços Invisíveis é um realização da Prefeitura via Secretaria Municipal de Cultura e produzida com recursos do Fundo Estadual de Arte e Cultura de Goiás – 2016.

O artista

Aos 27 anos, Joardo Filho é um dos novos nomes da arte contemporânea realizada em Anápolis, e desde o início de sua carreira tomou a fotografia como instrumento de sua pesquisa.  É graduado em Comunicação Social pela Universidade Estadual de Goiás (UFG). Sua obra foi exibida em exposições coletivas realizadas em Anápolis, Goiânia, Brasília, Campo Grande e Belo Horizonte.

Serviço

Abertura: 15 de julho - 18h
Visitação: até 15 de setembro -  8h às 12h e 14h às 18h
Local: Museu de Artes Plásticas de Anápolis – MAPA - Praça Americano do Brasil (térreo da Biblioteca Zeca Batista, Centro)